quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Anjo da Guarda


Eu sou o seu anjo da guarda e estou aqui para te lembrar que mesmo nos momentos mais difíceis, nas dores mais profundas, nosso Pai e nossa Mãe estão sempre presentes e prontos para te dar o auxílio que precisas.

Assim como pais zelosos que levam o filho em febre ao hospital e tem que segurar o filho para receber uma injeção dolorosa, onde o coração dos pais se dividem entre a dor que o filho vai sentir e a necessidade do antibiótico que vai salvar sua vida, a Nossa Mãe e o Nosso Pai também se compadecem da sua dor, mas sabe que ela é o remédio necessário para o seu despertar e conseqüente crescimento espiritual.

Que esse amargo momento poderá ser superado pela sua persistência, por sua vontade própria.

Eu estou aqui, não para te julgar, nem tampouco para medir o tamanho da sua dor. Cada ser humano sabe exatamente o quanto está sofrendo e os motivos que o levaram a dor. Vim para te confortar, para te pedir que não arrume culpados para essa dor, para te lembrar que o maior tesouro que você possui é a sua vida.

Vida essa que você, e só você é responsável por manter com alegria, saúde e esperança.

Eu sou o seu anjo da guarda, estou aqui ao seu lado, mas não se preocupe em saber meu nome, nem queira me ver, peço-te apenas que feche os olhos e sinta a minha presença.

Nesse momento sou essa brisa suave que acalma seu coração.

Sou a paz que abranda a sua revolta.

Sou a esperança que vai te dar novas oportunidades.

Feche os olhos e mentalize uma pessoa querida, pode ser o pai, a mãe, um irmão.

Quem sabe um amigo querido.

Se você está se sentindo muito só, mentalize então a doce figura da nossa Mãe de braços abertos, livre e radiosamente abertos para te abraçar, para te proteger, para te trazer a luz que você busca.

Eu sou o seu anjo da guarda, e venho te trazer uma Luz e essa Luz, é claro que é a chama da Presença EU SOU, que paira sobre você! A centelha divina da nossa Mãe e do nosso Pai!.

Deixe ela entrar por inteiro na sua vida e sua dor vai diminuir até desaparecer, pois quem encontra a sua própria luz, encontra o sentido da vida, da dor, da luz, da esperança e da vida eterna.

Sorria! E quando precisar, me chame!


Fonte: Autor Desconhecido

Nenhum comentário:

Postar um comentário